Você tem em casa um pequeno curioso e observador?
O livro, Apenas um é diferente. Você consegue encontrar? , de Britta Teckentrup, é um livro que vai instigar a criançada.
Cada página fala de algum bicho, como por exemplo: borboletas, macacos, rinocerontes, pinguins entre outros, e a narrativa sempre lança um desafio para a criança encontrar o diferente em meio a tantos iguais!
Me diverti tentando encontrar qual macaco quebrou a perna, qual pinguim está levando um filhinho escondido, qual tartaruga escondeu a cabeça, qual morceguinho está de olhos fechados e por aí vai.
Parece fácil, mas quando a página inteira é cheia de bichos exatamente iguais, achar o diferente é uma tarefa não tão simples, mas muito gostosa.
A criançada vai adorar.

12 de março de 2015

O Rouxinol e o Imperador

Lindo o livro O Rouxinol e o Imperador, de Hans Christian Andersen e Quentin Gréban.
Nos jardins do imperador da China, existia um rouxinol que cantava maravilhosamente, fazendo com que sua música atingisse o coração de que a ouvisse. Viajantes do mundo inteiro escreviam livros sobre o canto da ave!
A história conta a trajetória do rouxinol, da mata para o palácio do soberano, quando o lindo pássaro foi encantar a todos com sua música.
Em seguida mostra sua tristeza ao ser trancado numa gaiola e substituído por um rouxinol todo de ouro e diamantes.
O rouxinol consegue sua liberdade enquanto o falso rouxinol põe-se a cantar todo dia a mesma música já que ele é apenas uma máquina.
A virada acontece quando o imperador está a beira da morte e sua relação com o rouxinol de verdade muda o rumo da história.
A narrativa tem uma poética linda e as ilustrações são igualmente belas.

18 de fevereiro de 2015

Dudu e a Caixa

Já nas livrarias, Dudu e a Caixa, meu 3o livro com mais uma historinha que faz parte do site
O Pequeno Leitor!
Lançado pela Companhia das Letrinhas e Ilustrado por Jean-Claude R. Alphen,
Dudu e a Caixa conta a história de um menino que se divertia muito quando ouvia o som da campainha.
É que vira e mexe o carteiro sempre trazia uma surpresa interessante! E essa história começa quando a mãe de Dudu recebe uma encomenda que veio numa caixa enorme, mas claro que o menino nem ligou para o que tinha dentro, ele só queria saber da caixa.
Se você acha que esta era uma simples caixa, está bastante enganado.
Ela era muito mais: era um carro super potente, um barco de exploração dos mares, a prisão de bandidos perigosos e outras tantas coisas que só lendo para viajar nessa aventura.

A riqueza com que Jean-Claude ilustra a narrativa, faz com que a história vire uma poesia para os olhos!
Além deste livro, leia também os outros dois títulos que fazem parte dessa coleção lançada pela Companhia das Letrinhas:
A Lobinha Ruiva e O Pum!
E para ler e ouvir outras histórias, entre no O Pequeno Leitor:
www.opequenoleitor.com.br

29 de outubro de 2014

A Lenda da Vitória-Régia


Adorei o livro A Lenda da Vitória-Régia, da Blandina Franco e do José Carlos Lollo – Editora Callis.
Este livro faz parte da coleção História da Vovó Betica. E para quem não sabe, a simpática vovó Betica mora em uma comunidade ribeirinha no Norte do país e conhece uma porção de histórias dos índios brasileiros.
É que ela cresceu escutando sua avó, uma índia bonita, que se casou com um homem branco, contar as lendas de seu povo.
Hoje, a vovó Betica conta as mesmas histórias para sua netinha, sua maior fã!
Nessa historinha, a curiosa menina vai contar à avó, que ela quer ser uma estrela quando crescer. Pronto, daí em diante a vovó conta uma bonita história, sobre uma índia que queria virar estrela, mas que acabou virando planta.
Ah! Só que não uma planta qualquer: a índia Naiá virou a Vitória-Régia.
A narrativa é deliciosa e dá vontade de levar pra casa tanto a vovó Betica quanto sua netinha.
A ilustração é muito muito fôfa e ela se transforma, quando o diálogo acontece no presente e quando a história é narrada no passado pela avó.
Recomendo esse e os outros títulos desta coleção.

22 de outubro de 2014

Brasil 100 Palavras


Bem interessante e muito alegre o livro Brasil 100 Palavras, de Gilles Eduar.
Além de divertir os pequenos, o livro também vai ensinar um pouco mais sobre os animais e tipos de vegetação de várias regiões do Brasil de uma maneira bem gostosa.
Este gigante país tem diferentes ecossistemas em cada pedaço de terra.
Dá pra tentar imaginar a quantidade de bichos existentes na região da Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pampas?
É impossível mensurar, porque a diversidade é enorme, mas o autor faz o leitor passear por todas essas regiões Brasil a fora, pra dar um pequeno panorama dos animais e vegetações que por lá vivem e se desenvolvem.
Curiosidade é o que não vai faltar pro seu pequeno leitor viver e aprender!

Divertido o livro Chapeuzinho Vermelho – Uma Aventura Borbulhante, recontada por Lynn Roberts e lindamente ilustrada por David Roberts.
Nessa história, o dono do chapeuzinho vermelho é um menino, que também tem uma avó na floresta e que também encontrará um lobo mal por ali.
E o elemento surpresa nesse caso, é um garrafão de refrigerante delicioso!
O que será que o menino fará para enganar o lobo?
Pode-se dizer, como sugere o título do livro, que essa é uma aventura bem borbulhante!

1 de outubro de 2014

A Menina do Fio


A Menina do Fio de Stela Barbieri, com ilustrações belíssimas de Fernando Vilela, é um conto de fadas moderno bastante às avessas.
A história é sobre uma princesa nada comum como a dos contos clássicos que conhecemos, já que ela vive emburrada, mal humorada e não quer saber de casar com nenhum tipo de príncipe encantado.
Aliás, ela não tem paciência pra nada e ninguém!
O problema da princesa que a deixa pra lá de rabugenta, é que ela nasceu com um fio tão duro como aço e reluzente como ouro, bem no meio da sua cabeça. Ele é tão grande que enrosca em todos os lugares e ninguém consegue soltá-lo.
Só que o fio vive dando tranco na cabeça da princesa cada vez que se prende em algum lugar. E imagine como isso dói bastante!
Qualquer um ficaria bem irritado nessa situação!
Bom, um jovem bem paciente aparecerá pra tentar desenroscar essa história. Será que ele vai conseguir?
Leia e descubra você mesmo.

26 de setembro de 2014

O Livro com um Buraco


O Livro com um Buraco de Hervé Tullet é, na realidade, uma grande brincadeira.
Literalmente com um buraco no meio, Tullet vai dando várias idéias para os leitores, do que fazerem com aquele buraco.
Nele, é possível fazer uma tromba de elefante com o próprio braço, jogar basquete com papel amassado, fazer tiro ao alvo com suas mãos e infinitas outras maluquices pros pequenos se divertirem.
Tullet tem um jeito bem particular de mexer com o imaginário infantil, usando a interação do pequeno leitor, que muitas vezes até pode mudar o curso da narrativa.
Bem bacana!

16 de setembro de 2014

A menina que Media as Palavras


Bastante curioso o livro A Menina que Media as Palavras, com poemas de Luis Dolhnikoff e desenhos de Guilherme Zamoner, Editora Quatro Cantos.
A história é bem intrigante e contada em forma de poema, o que a torna mais interessante ainda.
A pequena Elvira quer saber por que as coisas têm os nomes que têm? Por que palavras grandes dão nomes a coisas pequenas e coisas grandes, às vezes, tem nomes pequenos?
Essas indagações são feitas a seu amigo, um sujeito bem esquisitão, com diálogos mais esquisitos ainda!
Tudo vai se transformando numa grande bola de neve, ou seja, numa grande confusão.
O bacana, é que mostra bem o imaginário da criança, naquela fase onde descobrir como as coisas são e o por que delas, leva a criança a fervilhar a cabecinha com pequenas e grandes curiosidades.
E o interessante, é que o traço das ilustrações é tão intrigante quanto as perguntas da pequena Elvira.
Gostei muito!

Muito muito divertido o livro de título igualmente divertido: O gato o cachorro chapeuzinho os ovos explosivos o lobo e o guarda-roupa da vovó de Diane e Christyan Fox.
Assim como toda criança, adoro histórias de lobo. Ainda mais quando são uma re leitura de um dos contos clásssicos que mais encanta os pequenos: Chapeuzinho Vermelho.
A história é contada por um gato e seu ouvinte, é um cachorro que a todo momento interroga o amigo, embananando a narrativa.
Na visão do cachorro, alguém com capa vermelha deve ter super poderes, levar na cesta ovos explosivos e por aí vai viajando o cão.
Até o gato fica confuso no final!
Muito bacana a idéia e as ilustrações, com traços simples, deixam a história mais interessante ainda.