3 de junho de 2014

Leiturinha

Muito bacana este projeto: www.leiturinha.tumblr.com

2 de junho de 2014

O Cavaleiro Coragem!

Ilustrações maravilhosas e história bastante estimulante em: O Cavaleiro Coragem!, de Delphine Chedru
Um livro jogo, onde um cavaleiro perde a coragem e quem o ajuda a encontra-la é o pequeno leitor, que será levado a diversos caminhos, escolhendo sempre entre dois desafios que o levam a diferentes páginas.
Ou seja, cada escolha, uma nova aventura deliciosa.
Adoro esses livros que estimulam e aguçam a imaginação da criança.
Lindo e muito divertido de ler.

26 de maio de 2014

Medo – Histórias de Terror

Sentir medo quando no fundo ele não é real, é uma coisa boa.
Prepare-se, é isso que vai acontecer a quem ler o livro Medo – histórias de terror, com tradução de Julia Simões.
Essa é uma coletânea que a Companhia das Letrinhas reuniu com histórias sobre cemitérios, casas mal assombradas, diabos, assombração e muitos outros personagens esquisitos, para darem uma pitada de terror à sua leitura.
Aqui tudo é fantasia, mas garante um certo clima de frio na barriga, um pequeno nó na garganta e, quem sabe, até uma pequena noite mal dormida ou as claras mesmo.
Depois que a imaginação rolou a vontade tudo passa, não é preciso se preocupar.

23 de maio de 2014

A Bruxa e o Espantalho

Li, ou melhor, posso dizer que vi, um livro do qual gostei muito: A Bruxa e o Espantalho, do artista mexicano Gabriel Pacheco editado pela Jujuba.
Gostei por diversos motivos: primeiro pela poesia de sua narrativa, somente através de imagens, que nos faz transforma-las em mil palavras enquanto acompanhamos esta aventura.
Segundo, pela delicadeza das ilustrações, que a mim tocou bastante.
E terceiro pela possibilidade de interpretarmos esta histórias de várias maneiras.
O livro conta a história dessa bruxinha encantadora que, em vez de uma vassoura, usa um triciclo para acompanhar seu grupo de bruxas.
Um pouco atrapalhada, cai do seu apetrecho voador e, banida do seu bando, vai viver em terra.
Neste novo lugar, existe um espantalho e um pássaro que estão sempre presentes nas cenas.
O pássaro liberta o espantalho de suas amarras. Este por sua vez, se desfaz e liberta a bruxa para conquistar os céus novante, já que ela usa de sua palha para construir uma nova vassoura.
A narrativa pode ser compreendida como uma história de amor, de amizade, solidariedade, enfim, uma história gostosa de ver com vários olhares diferentes cada um.

22 de março de 2014

Na Biblioteca da Rua Direita


Sempre publico livros que contam histórias sobre apaixonados por leitura.
Aqui vai mais um deles: Na Biblioteca da Rua Direita, escrito e ilustrado por Walter Lima, conta a história de um simpático ratinho que vivia numa biblioteca e sua vida era cercada por livros e mais livros que ele devorava.
Não os devorava como um roedor, mas como um amante de todo aquele universo.
Sua paixão pela leitura e pelos lugares onde aquelas histórias o levavam era enorme.
Incrível como tudo aquilo era fruto de 26 letrinhas misturadas entre si.
Como algumas poucas letrinhas combinadas podiam nos dizer e nos ensinar tanto.
Desta paixão nasceu outra e pelo visto a história continuará de geração para geração.

10 de março de 2014

Cantiga


Cantiga, do autor e ilustrador francês Bernard Granger ( Blexbolex ), da CosacNaify, é um livro bastante diferente.
Neste caso, cantiga não representa uma música e sim uma história, uma forma de contar, que se repete e vai se acrescentando novos fatos conforme é re contada.
Cantiga, nos conta o que uma criança encontrou no caminho de volta da escola para sua casa, dia após dia.
Uma história que cresceu com o passar do tempo e que mostra o quanto pode ser grande o mundo de quem tem imaginação.
As ilustrações de Bernard são maravilhosas, assim como sua forma de nos apresentar essa narrativa tão lúdica.

11 de fevereiro de 2014

Saudades


Saudade, de Claudio Hochman e ilustrado lindamente por João Vaz de Carvalho, é uma espécie de tributo a esta palavra que nos orgulhamos de só existir em português.
De qualquer maneira, o sentimento que ela representa não é exclusividade nossa.
A narrativa conta sobre a jornada de um rei, que ao ser indagado por um estranho chamado Fernando, o Pessoa, sobre qual era o significado da palavra saudades, fica indignado por não saber e sai em busca de uma resposta que faça sentido.
E somente sentindo saudades, o rei perceberá seu real significado.

28 de janeiro de 2014

Chapeuzinhos Coloridos

Chapeuzinhos Coloridos, é uma brincadeira de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, com um dos contos clássicos mais lidos pela criançada, Chapeuzinho Vermelho.
Como o nome diz, são várias cores de chapeuzinho, com vários finais diferentes.
Você imaginaria um chapeuzinho verde, porque a menina só pensa em dinheiro e inclusive pensa em roubar o cofre da vovó?
Uma vovó esperta que mata lobos que estão em extinção antes de ser comida por eles?
Um caçador que se apaixona pela mãe de chapeuzinho e vira o novo padrasto da menina?
Por aí vai.
A menina tem várias personalidades, cada história uma surpresa. O lobo ora é vilão ora é o coitado.
O caçador, tanto galanteador quanto aproveitador.
A história muda de rumo conforme o tom.
Bom humor é o que não falta em nenhuma destas verões.
Conheça esta e outras histórias que fazem parte da coleção Fábrica de Fábulas, da editora Alfaguara.

28 de janeiro de 2014

Casa das Estrelas

Um presente! É assim que eu definiria o livro Casa das Estrelas.
Durante 10 anos o professor Javier Navarro, guardou definições que seus alunos do curso primário, davam para objetos, pessoas, sentimentos etc.
Algumas delas são puras, poéticas, tristes, outras bem humoradas e algumas de inocente não tem nada.
A idéia deste livro é maravilhosa, um dicionário com a visão infantil, totalmente “fora da casinha”.
Só pra deixar você leitor, encantado, aí vão algumas jóias dos pequenos alunos de Navarro:

Branco:
- O branco é uma cor que não pinta.

Amor:
- É quando batem em você e dói muito.
- O que cada coração reúne para dar a alguém.

Adulto:
- Pessoa em que tudo o que fala, vem primeiro ela.

Assassinato:
- Tirar o melhor de alguém.

Igreja:
- Igreja é onde a gente vai perdoar Deus.

Terra:
- A terra é um sentimento do espaço.

Família:
- É um encontro de toda a vida.

Morte:
- É quando não aguentamos.

Ausência:
- É quando eu morrer.

Solidão:
- Você estar em completo deserto.

Dá vontade de transcrever o livro todo. ele é lindo e surpreendente, enriquecido pelas ilustrações de Lara Sabatier.
Vale um exercício com nossos filhos para descobrir qual seria a definição deles para todas estas palavras que neste livro estão registradas.

17 de dezembro de 2013

Caras Animalescas


Divertidíssimo o livro Caras Animalescas de Ilan Brenman e Renato Moricone, da Companhia das Letrinhas.
Quantas vezes já observamos que alguns animais se parecem com seus donos.
Neste caso, a brincadeira é mostrar com quem determinados personagens se parecem.
Dona Ninoca se parece com uma foca.
Seu Abelardo se parece com o Leoprado.
A senhora Abdala tem cara de coala.
A senhora Alzafa tem cara de girafa.

Quer saber o que é alguém ter cara de pinguim, de golfinho entre outros bichos? Então pegue seu filhote e corra pra ver este livro.
Aí você também vai descobrir com que bicho o Ilan e o Renato se parecem.

Pra quem não conhece, este livro faz parte de uma trilogia, junto com Telefone Sem Fio e Bocejo.