27 de abril de 2010

Aprendizado e diversão

 

Na revista da  Livraria da Vila de abril, saiu uma reportagem bacana sobre a importância da leitura desde o berço.  A matéria reforça aquilo que muitos de nós já sabemos e infelizmente, outros ainda não sabem, mas vale relembrar:

A criança que lê desde pequena e tem contato com livros, e o que é mais importante, principalmente se for com o acompanhamento dos pais, é beneficiada em diversos sentidos, a começar pelo desenvolvimento da capacidade de aprendizagem e comunicação.  Monteiro Lobato tem uma frase interessante que diz “  Um país se faz com homens e livros “.  Mais da metade de seus livros foram escritos para as crianças, com a intenção de ajudar na formação intelectual e moral da juventude brasileira.

Hoje é crescente o aumento das atividades como rodas de leitura e oficinas de contação de histórias.

Segundo especialistas, a literatura para os pequenos deve ser utilizada como instrumento para a sensibilização da consciência e para a expansão da capacidade e do interesse de analisar o mundo. Reconhecer e incentivar este hábito na época em que todos os hábitos se formam é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa.

A leitura frequente ajuda a crinça a ter uma familiaridade com o mundo da escrita e a fixar a grafia correta das palavras. Isso facilita a alfabetização e ajuda em outras disciplinas, já que o livro didático é o principal suporte para o aprendizado na escola.

É compravado que quem lê desde pequeno se torna muito mais preparado pra vida, porque é assim que a pessoa adquire uma postura crítica-reflexiva, super importante pra sua formação cognitiva. A criança que ouve ou lê uma história, tem uma capacidade maior  para comentar, indagar, questinar, observar, discutir, etc.

O principal enigma dos pais é:  como despertar o hábito da leitura nas crianças? Para começar, oferecer livros com pouco texto , letras grandes e bastante ilustração, ajuda a despertar a curiosidade infantil. A leitura em voz alta também é importante para a motivação dos filhos. Se lido com variação de entonações: mais grossa, mais fina, mais brava e assim por diante, aguça ainda mais a imaginação e é isso que importa. Deixá-los com liberdade de criar e imaginar um mundo próprio.

Não adianta dar um livro pra criança e esperar que ela tenha interesse, se ela nunca vê seus pais lendo. Para formar esse hábito, é preciso de exemplos dentro de casa. A leitura junto com seu filhote, também é um momento onde o vínculo afetivo é fortalecido. E nada é mais bacana do que partilharmos o mundo das aventuras e da imaginação de nossos pequenos cidadãos, viajando junto com eles para os lugares mais malucos e distantes que eles nos levarem.

2 comentários para “Aprendizado e diversão”

  1. Fernando disse:

    Ola Stela muito legal seu projeto. Principalmente pela visão ampla de tudo de saudável que o habito de ler nos traz. Caso não tenha lido, recomendo “Como um Romance” de Daniel Pennac, também sobre educação e formação de leitores. Um abraço.

  2. O Pequeno Leitor disse:

    Oi Fernando, obrigada por ter curtido o projeto. Ele ainda está crescendo, mas logo logo terei outras novidades a partir deste. Não li o livro que você recomendou, mas vou comprá-lo. Obrigada também por essa dica. Um abraço,
    Stela

Deixe um comentário